Segurança perimetral: três pilares essenciais e indispensáveis para empresas e condomínios

 

 

As empresas estão cada vez mais preocupadas com invasões e arrombamentos em seus patrimônios. Muitos destes casos são frutos da ausência de uma estrutura física adequada, contratação de empresa de vigilância ineficiente e falta de tecnologia. O resultado é uma empresa com falhas graves na segurança que permitem invasões em sua estrutura quando menos se espera.

Corrigir essa situação é um desafio que se renova e a tecnologia é um dos pilares fundamentais. No total, para que uma situação de segurança seja totalmente coberta é é necessário a estruturação em três: humano, tecnológico e físico.

“É como um tripé de máquina fotográfica ou, associando com algo mais moderno, um suporte para celular. Se um dos pés estiver mais fragilizado, não haverá sustentação necessária e o equipamento vai pender para um lado e até mesmo cair. Na segurança em condomínios acontece a mesma situação. De nada vai adiantar ter um muro alto ao redor de algum patrimônio sem uma equipe para vigiar, assim como deixar esta equipe de segurança sem monitoramento é como vigiar no escuro” explica Marcelo Lonzetti, Diretor Comercial e CMO do ztrax.

Primeiro Pilar Barreira física
Os muros e portões criam os primeiros obstáculos que dificultam as invasões. O ideal é utilizar cercas elétricas, muros altos, sistemas de câmeras e, em alguns casos, arames farpados. Mas pode acontecer de alguém conseguir ultrapassar esta barreira, por isso o perímetro precisa ser coberto, com alarmes perimetrais munidos de sensores 24 horas.

Segundo Pilar: Barreira Humana
Manter equipes na portaria e vigilantes fazendo a ronda também intimidam. São esses profissionais que vão zelar em todo o perímetro, fazendo com que a parte física, ou seja, a estrutura ao redor, esteja protegida. E é aí que entra a tecnologia!

Terceiro Pilar: Monitoramento Online
Os recursos tecnológicos servem para dar suporte à equipe de vigilantes, um auxílio e tanto para inibir e detectar invasões. Todos os vigilantes precisam estar em comunicação constante, para em caso de invasão poder acionar a equipe tática online com apenas um clique. Além disso, o sistema de monitoramento é interessante para delinear possíveis falhas, monitorar o tempo de percurso e saber, em tempo real, onde estão esses profissionais e fornecer relatórios completos da atuação dos profissionais.

 

 

 

VOLTAR

 

    Nome

    Email

    Telefone

    Mensagem