O que é RTLS e como esta tecnologia está mudando algumas das maiores empresas do mundo 

Os sistemas de localização em tempo real (RTLS, do inglês Real-time Location System) representam a evolução tecnológica para o monitoramento de ambientes internos. É possível localizar, em tempo real, e de forma automática, pessoas, objetos ou equipamentos dentro de um edifício, ou área restrita, como planta fabril, setores internos, logísticos e até mesmo em hospitais e clínicas.

Esta tendência chega ao Brasil através da parceria da ztrax com a finlandesa QUUPPA, que desenvolveu a tecnologia adotada por empresas de diversos segmentos em todo o planeta como  a Airbus, que utiliza a tecnologia para reduzir atrasos e perdas em sua linha de produção.

As empresas brasileiras já podem contar com o sistema RTLS utilizando dispositivos chamados tags, com diversos formatos sendo os mais comuns crachás, pulseiras ou sensores e podem ser usados tanto por pessoas quanto fixados em equipamentos. A leitura destas tags é feita por outro equipamento chamado locator que permanece fixo nos ambientes que se deseja monitorar. Esta rede está conectada ao sistema que traz o acompanhamento em tempo real das movimentações dentro dos locais monitorados

Mais do que um sistema para monitoramento, o RTLS permite mudar a maneira como se faz a gestão de uma fábrica ou de hospital, por exemplo, trazendo informações em tempo real que podem evitar perdas, identificar problemas numa etapa de um processo ou até mesmo melhorar a relação entre os pacientes e o hospital em um centro cirúrgico.


Com o RTLS é possível fazer a gestão de equipamentos e sua manutenção baseada no uso real e não simplesmente pelo tempo de vida do mesmo. Equipes podem ser acionadas segundo a proximidade da ocorrência, ou através de controles automáticos, sejam de começo, ou término de um processo, como uma cirurgia num centro cirúrgico.

Os sistemas RTLS da parceria ztrax e QUUPPA são modulares e permitem ampliar a cobertura dos ambientes na medida em que a empresa identifica novas oportunidades de monitoramento. O sucesso da implementação depende da avaliação técnica na demanda de cada cliente e do tipo de ambiente que será implantado

Diversas empresas na Europa, EUA e na Ásia já utilizam RTLS trazendo melhorias no gerenciamento da cadeia produtiva, aumento de performance da linha de fabricação, agilidade na localização de peças e equipamentos, melhoria na segurança no trabalho e muitas outras aplicações. As empresas brasileiras já podem fazer parte deste seleto grupo formado por gigantes multinacionais que zelam pela proteção da cadeia de produção.

Nem todos os sistemas chamados de RTLS conseguem prover as funcionalidades esperadas neste tipo de solução e isso tem confundido grandes empresas que buscam os resultados que só o verdadeiro RTLS pode entregar. Uma das tecnologias RTLS que possui maior precisão de localização é baseada em bluetooth. 

A chegada do conceito RTLS no Brasil através da ztrax é um grande avanço e mostra que o mercado brasileiro está atento e, ao mesmo tempo, demandando por melhores resultados e redução de custos em seus processos operacionais.

 

Compartilhe!

Quer receber conteúdo como este? Inscreva-se!

Veja mais

Escola Segura RS

Em maio de 2021 um crime chocou a pacata cidade de Saudades, interior de Santa Catarina. Três crianças e uma professora morreram a golpes de faca dentro de uma escola de educação infantil. O autor dos homicídios foi um rapaz de 18 anos, que acabou detido .

O ocorrido levanta a questão: o que professores e demais funcionários de uma escola podem fazer diante de tal cenário? A resposta mais óbvia é acionar equipes de segurança quanto antes.

Germano Medeiros, diretor comercial de uma empresa de segurança da grande Porto Alegre, percebeu a necessidade de uma resposta rápida para evitar tragédias como a de Santa Catarina e implementou o sistema ztrax Personal nas escolas atendidas por sua empresa na região metropolitana de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. O resultado foi imediato:

“Não havia um sistema efetivo para atender prontamente essas ameaças até então. Temos, em uma escola, dez professores com o botão de emergência discreto que, ao serem acionados, mandam um alerta para a central fazendo com que, no máximo em 5 minutos, uma viatura chegue ao local. Tudo online, sem que o agressor ou suspeito desconfie do alerta”.

Aluno armado acabou detido

Em uma das ocorrências, um professor desconfiou que um aluno estava armado. Quando a equipe chegou ao local e identificou o perigo real, acionou apoio de viaturas da brigada militar e da guarda municipal para fazer a condução do menor infrator e tomar as medidas cabíveis.

“O sistema de botão de pânico discreto trouxe mais segurança e agilidade na resposta das equipes de segurança. Antes, um professor tinha que se esconder no banheiro, ligar para o 190 e esperar por um tempo muito maior do que agora”, completou Germano.

Essa agilidade traz mais segurança para professores, funcionários, alunos e pais. Existe o sentimento de segurança. O equipamento já foi acionado três vezes nesta mesma escola e trouxe solução efetiva para todos os problemas alertados. Gerou ações efetivas quando preciso. Não é possível mensurar o número de crimes evitados, e nesse caso, essa é uma boa notícia.